O presidente Michel Temer, em discurso proferido na abertura da Assembléia das Nações Unidas causou revolta, sobretudo entre ativistas ateístas, ao declarar que “somos um país que acredita no poder do Diabo”.

A declaração, segundo nota publicada pela Atea, fere o laicismo, que é uma das características do Estado brasileiro.

Durante o discurso de Temer, líderes de países deveras importantes no cenário geopolítico mundial, tais como Costa Rica e Nicaragua, se ausentaram do local.

Na comitiva do presidente estavam várias personalidades satanistas, tais como o líder religioso Toninho do Diabo, que foi um dos coautores do discurso de Temer.

Confira o vídeo.

12 COMMENTS

  1. Gente ele não disse diabo e sim diálogo, é que sua dicção não é das melhores, prestem bem atenção, grato.

  2. Eu sou ateu e não acredito no diabo. E nem no diálogo com republiquetas de banana bolivarianistas. Com eles, só na base do Big Stick. E o que Temer disse realmente foi “viados”.

    • Não seja idiota. O vídeo está nitidamente editado para embutir a fonética atalhada. Temer não é tão idiota para declarar isso, ainda mais onde foi. Imbecil!
      ]

Deixe uma resposta