O Comitê Paraolímpico anunciou na tarde de hoje que destinará uma cota de 30% dos ingressos dos jogos paraolímpicos de 2016 para pessoas sem deficiências física.

A medida, segundo o porta voz da entidade, “visa ampliar a inclusão e participação de pessoas não portadoras de necessidades especiais nesse grandioso evento.”

A notícia foi dada numa reunião do comitê organizador, que na ocasião recebia o ministro dos esportes, George Hilton.

O ministro elogiou a iniciativa em nome da presidente Dilma Rousseff e brincou dizendo que “ela (a presidenta) não vai precisar das cotas, já que tem deficiência intelectual”.

 

  • Sugerido por João lennon

6 COMMENTS

  1. As cotas vieram pra ficar. Até mudaram o comportamento dos candidatos. Antes eles deixavam de ir a praia, ao clube e ficava em casa para estudar para ser aprovado. Hoje é mais negócio ficar o tempo todo na praia, no clube. Pra pegar uma cor e passar pelo sistema de cotas.

  2. Poderão pleitear as cotas,todos os integrantes da cúpula do PT, haja visto a deficiência de fundos que o partido sempre apresenta apesar da roubalheira que praticam quando ingressam numa corrida cheias de obstáculos por propina.

Deixe uma resposta