facebook
...
Joselito Müller | Jornalismo Destemido
Joselito Müller | Jornalismo Destemido

Conheça Jacinto Bolsonaro Aquino Rego, o primo esquerdista de Jair

0 673

BRASÍLIA – Crescendo a cada dia nas pesquisas eleitorais para o pleito de 2018, Jair Bolsonaro tem se tornado um forte nome na corrida para o Planalto.

Pai de três filhos que enveredaram pela política, todos alinhados ideologicamente com o pai, Jair é primo do sociólogo Jacinto Bolsonaro Pinto Aquino Rego, conhecido no mundo acadêmico pelos seus posicionamentos à esquerda.

Segundo Jair, seu primo, que é apenas três meses mais jovem que ele, “só queria saber de assembleia de centro acadêmico”, enquanto o hoje deputado ingressava nas forças armadas.

Ele era o tipo de primo chato que queria discutir mais-valia, União Soviética e terceiro mundo nos aniversários das tias, quando a família se reunia”, revela Jair.

Embora divergindo de muitas ideias, Jair reconhece o bom humor do primo, mas enfatiza que não costumava rir de suas piadas.

Ele ficava fazendo piada sem graça, como a do pavê e alguns primos riam só pra não deixar ele sem graça.”

Jacinto, por sua vez, relata que já passou por perrengues por causa do primo, informando que certa vez quase chegou a ser preso em flagrante pelo próprio Jair.

Ele já servia o exército quando certa vez o encontrei na casa da nossa avó. Eu estava lendo ‘O vermelho e o negro’ de Stendhal, e ele quis me enquadrar na Lei de Segurança Nacional porque achou que era um livro subversivo”.

Os primos deixaram de se falar em meados da década de 60, quando Jacinto, numa reunião familiar, elogiou a música de Djavan que diz “Açaí, guardiã, zoom de besouro, um ímã/Branca é a tez da manhã”.

Na ocasião, Jacinto enfatizava a singularidade lírica dos referidos versos, quando o primo Jair desatou a gargalhar, afirmando que a letra da canção não fazia sentido algum.

Mais tarde Jacinto descobriu o motivo do riso: a letra estava incompleta, porque um censor havia cortado vários trechos da estrofe por considerá-la subversiva, deixando desconexas as palavras que passaram pelo crivo do referido servidor, que foram gravadas a contragosto pelo músico.

Os primos não se reencontram desde o AI-5, quando a piada do “pavê ou pa comer” ficou proibida em todo território nacional.

Comentários
Carregando...
%d blogueiros gostam disto: