facebook
...
Joselito Müller | Jornalismo Destemido
Joselito Müller | Jornalismo Destemido

Aposentado vira travesti “ao vivo” para ter direito de descer fora do ponto em SP

0 754

SÃO PAULO – A polêmica lei, sancionada recentemente pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, tem dado o que falar.

Referido dispositivo legal concede o direito de mulheres, travestis e transexuais descerem fora das paradas de ônibus sempre que assim desejarem.

No início da tarde de hoje, no entanto, um fato inesperado deixou um motorista de transporte coletivo sem saber como agir.

O ocorrido se deu nas imediações do centro da capital, quando um aposentado, que havia subido no transporte uma parada antes, pediu para descer fora do ponto, alegando estar com diarreia.

Se eu não descer aqui, vou me cagar dentro do ônibus”, teria dito o idoso.

Diante da negativa do motorista, o homem argumentou que a lei lhe dava o direito de descer no local que o aprouvesse, havendo o profissional do volante informado que tal prerrogativa era exclusiva de mulheres, travestis e transexuais.

Sem pensar em um argumento melhor, o aposentado chamou a atenção de todos os presentes e comunicou que daquele momento em diante, estava se tornando travesti.

Vocês aqui são testemunhas que de que sou travesti a partir de agora”, disse o senhor que não teve a identidade revelada.

Ele também questionou se algum dos presentes tinha uma peruca e um sutiã com enchimento para vender, mas infelizmente ninguém pôde atender tal demanda.

Percebendo a recalcitrância do motorista, o idoso ainda pediu para que alguém comesse sua bunda, mas não foi atendido.

Após alguns passageiros protestarem, o motorista atendeu a solicitação do idoso, mas já era tarde de mais.

Não consegui chegar em casa a tempo e a diarreia foi mais forte que eu”, lamentou o aposentado.

Comentários
Carregando...
%d blogueiros gostam disto: