Zé e os jacarés – Como Joselito ficou rico e alcançou fama mundial em Lapão Bonito

Lapão Bonito – Baseado em fatos reais

Um milionário de Lapão Bonito promove uma festa em uma de suas mansões todos os anos – o ano era 1983 –  em determinado momento pede que a música pare e diz, olhando para a piscina onde criava crocodilos australianos:

– Quem pular na piscina, conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará todos os meus carros. Alguém se habilita?

Espantados, os convidados permanecem em silêncio e o milionário insiste:

– Quem pular na piscina, conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará meus carros e meus aviões. Alguém se habilita?

O silêncio impera e, mais uma vez, ele oferece:

– Quem pular na piscina, conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará meus carros, meus aviões e minhas mansões.

Neste momento, alguém salta na piscina. A cena é impressionante.

Luta intensa; o destemido se defendendo como podia,  segura a boca dos crocodilos com pés e mãos, torce o rabo dos répteis.

Nossa! Muita violência e emoção. Parecia o filme do Crocodilo Dundy!

Após alguns minutos de terror e pânico, sai o corajoso homem, cheio de arranhões, hematomas e quase despido.

O milionário se aproxima, parabeniza-o e pergunta:

– Onde quer que lhe entregue os carros?

Joselito responde:

– Obrigado, mas não quero seus carros.

Surpreso, o milionário pergunta:

– E os aviões, onde quer que lhe entregue?

joselito responde:

– Obrigado, mas não quero seus aviões.
Estranhando a reacção do jornalista destemido, o milionário pergunta:

– E as mansões?

Joselito calmamente, reafirma:

– Eu tenho uma bela casa, não preciso das suas. Pode ficar com elas. Não quero nada que é seu.

Impressionado, o milionário pergunta:

– Mas se você não quer nada do que ofereci, o que quer então?

E o homem responde, demonstrando raiva e irritação:

– Quero encontrar o filho da puta que me empurrou na piscina!

Somos capazes de realizar muitas coisas que por vezes nós mesmos não acreditamos, basta um empurrãozinho. Um filho da puta, em certos casos, é útil em nossa vida.

Posts Relacionados

“Melhor que queimar a rosca”, diz Bolsonaro sobre queimadas na Amazônia

Sem conseguir andar após festa de filiação de Frota ao PSDB, Dória evita fazer comentários

Ao ler Tag #VetaTudoBolsonaro, presidente se confunde e proíbe cagar todos os dias da semana