Ciro é enquadrado na Maria da Penha por ferir Maria do Rosário: palavras machucam

Apoie Joselito Müller. Clique AQUI

BRASÍLIA – Ex-candidato à presidência da República, Ciro Gomes, protagonizou uma lamentável cena de violência contra a mulher na tarde de hoje.

Em evento que contava com a presença da deputada Maria do Rosário, Ciro fez uso de palavras que feriram as suscetibilidades de Sua Excelência, que saiu de lá transtornada com inesperada violência.

Ele disse que o Lula foi condenado e, ao ser indagado sobre unidade, disse que unidade é o cacete”, falou a deputada ainda em estado de choque.

Além das agressões gratuitas, ele ainda foi falocentrista ao dizer que unidade é o cacete, como se cacete – que remete a falo – fosse algo intimidador. Por que não dizer, por exemplo, unidade é uma xoxota?”, questionou a petista.

Ciro Gomes foi preso em flagrante e enquadrado na Lei Maria da Penha, mas pagou fiança e foi liberado.

Palavras machucam tanto quanto gestos”, explicou a delegada.

A deputada, por sua vez, foi encaminhada para fazer exame de corpo de delito e, na sequência, foi levada ao consultório de seu psiquiatra, onde foi consultada.

O estado de saúde da deputada é estável e ela está fora de risco.

Veja o vídeo do momento da agressão:

* Leia o livro “O Lula tá preso, babaca”, de Joselito Müller.

Livro físico AQUI.

E-book para Kindle AQUI.

Posts Relacionados

David Miranda desabafa: “Só porque sou pobre, não posso ter R$ 2,5 milhões?”

Estudantes protestam pelo “direito” de pagar pela carteira de estudante

Glenn Greenwald diz que seu marido não gosta de rachada