Cachorro ataca pessoas em passeata pelos direitos dos animais

Uma passeata que acontecia na tarde de hoje, cuja pauta era a defesa dos direitos dos animais, acabou após os manifestantes serem dispersados por um vira-lata que, enraivecido, mordeu vários dos presentes.

“Era um ato pacífico, em defesa dos animais, mas foi interrompido por esse incidente. Demos até umas pedradas no cachorro, para afastá-lo, mas o bicho tava muito brabo, e não teve jeito”, declarou um dos participantes.

Entre os presentes, estavam algumas personalidades conhecidas do público, como era o caso do escritor Leonardo Boff.

“Sempre que venho a passeatas em defesa dos animais, trago bolas de gude para jogar no chão e derrubar os cavalos da polícia, já que eles sempre reprimem manifestações populares. Dessa vez as bolas serviram para jogar no cachorro, mas infelizmente ele conseguiu escapar ileso”, lamentou.

Os manifestantes aproveitaram o ocorrido para assinar um abaixo-assinado pedindo que o referido cão seja sacrificado.

“É um risco para a vizinhança e para a sociedade brasileira em geral”, finalizou Bofe.

Posts Relacionados

Chateado com críticas a “bolsominions”, Bolsonaro mostra pênis a Gentili ao vivo na TV

Vegano há seis meses, universitário garante que está muito bem

Ouça a esdrúxula “Canção do Habeas Corpus natalino”, do PT

2 comentários

Carlos Goulart 07/12/2018 - 4:02 PM

Pô, também não precisa exagerar, né! rsrsrsrs…

Adicionar comentário