BRASÍLIA – Após a conhecida presidiária Suzane Von Richtoffen conseguir o benefício de passar o dia dos pais e das mães em casa, apesar de tê-los matado e, justo por isso, estar a cumprir pena, a defesa do ex-ministro chefe da Casa Civil do governo Lula, José Dirceu, logrou êxito no pleito de que o referido criminoso seja agraciado com a saída temporária.

O curioso é que o ex-ministro terá permissão para sair no dia 09 de dezembro, data em que se comemora o Dia Nacional de Combate à Corrupção.

Aproveitamos o precedente do caso Suzane e conseguimos convencer o juiz das execuções penais de que não há nada de errado em Dirceu ser liberado para passar o referido dia com sua família, fora da cadeia”, declarou o advogado de Dirceu.

A decisão incentivou vários detentos a apresentarem pedidos semelhantes.

Elise Matsunaga, que cumpre pena por ter esquartejado o marido, apresentou pedido para sair da cadeia no dia dos namorados, o casal Nardone e o ex-assessor da petista Gleisi Hoffman, que cumpre pena por estupro de vulnerável, deverão ser autorizados a passarem o dia das crianças em casa.

Deixe uma resposta