Trombadinha disse que ladrão que rouba ladrão

O trombadinha conhecido pelo apelido de Caroço foi preso na tarde de hoje na delegacia especializada em menores infratores de São Bernardo do Campo, acusado de furtar a carteira de um dirigente do Partido dos Trabalhadores, que não teve a identidade revelada.

Segundo caroço, “já fui pego pela polícia várias vezes e minha mãe disse que se eu voltasse a ser apreendido eu ia ficar de castigo. Por isso decidi bater a carteira de petista, porque não é crime, já que ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão”.

O delegado, no entanto,l discorda da conclusão do menor, sob alegação de que “como menores de idade não cometem crime segundo nossa legislação, mas somente ato infracional, não se pode dizer que Caroço é ladrão, uma vez que é apenas um menor infrator. Caso fosse maior de idade, o ditado popular se aplicaria. De todo modo, ele vai ser solto e o efeito prático é o mesmo.”

Ao tomar conhecimento do ocorrido, o líder do PT na Câmara, deputado Sibá Machado, disse que o partido não aceita a acusação de ter ladrões entre seus filiados.

“Roubar é uma questão de ponto de vista”, declarou.

SHARE
Previous articleProjeto de lei quer tornar travestis inimputáveis
Next articleProfessora de USP usa fake para assistir aula de Olavo de Carvalho no Youtube
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

Deixe uma resposta