Uma notícia triste abalou o mundo do trans-especismo no dia de hoje, quando foi confirmada a morte do americano John Johnson Jonny Joe Jackson, de 32 anos, após o mesmo se jogar de um prédio de 28 andares.

Joe, como era conhecido, ficou famoso por ser uma dos primeiros cidadãos norte-americanos a ser legalmente reconhecido como pássaro, sendo considerado por muito como um ícone da ideologia de espécie.

Familiares e amigos rememoram que Joe já dava sinais desde a infância de que era, na verdade, um pássaro, e não um ser humano.

Ele assobiava e comia alpiste o tempo todo”, revelou um amigo de infância.

Joe, no entanto, vinha apresentando um descontentamento por não ter conseguido voar até então.

Ele planejou por muito tempo esse voo, que resultou em sua morte”, revela um parente.

Várias pessoas compareceram ao funeral e reivindicaram que a polícia investigue a morte de Joe.

Ele já se autodenominava pássaro desde a adolescência. A justiça reconheceu o direito dele de ser tratado como tal. Então é provável que ele tenha levado uma pedrada de algum moleque, vindo a cair no chão e morrer”, disse um dos presentes.

2 COMMENTS

Deixe uma resposta