• Texto de Gulherme Pauluska publicado originalmente na página “A CULPA É DO FHC

Hômi esquerdoso de coragem impar, dia 21 de outubro último o Ilmo. Sr. Prof. Daniel Araújo Valença foi, com seus amigos de PT e PCdoB, visitar os gloriosos Pixuleco e Bandilma em sua passagem por Natal/RN, onde, aliás, foram esfaqueados, quase vindo a óbito!

E lá, cabra macho que ele só, Daniel Valença, que é professor da Universidade Federal do Semi-Árido segundo andaram me contando, levou uns pescoções e uns tabefes nas ventas, como estes olhos que a terra há de comer viram no YouTubo!

Magoado com a massagem opressora direitosa que recebeu, Dani (terceira menção, já me sinto íntimo do dito cujo) resolveu denunciar um reaça coxinha aposentado de 65 anos, “seu” Aureo Aparecido Gomes Maciel, sob a alegação de que esse nobre beneficiário do INSS ter-lhe-ia aplicado um choque no evento, o que levou o Ministério Público potiguar a denunciar o “eletrocutador”, gerando o processo-crime 0101781-78.2015.8.20.0011, que habita as prateleiras do digníssimo 2º Juizado Especial Criminal – Unidade Central, Natal/RN.

A audiência do causo se deu hoje, dia 19/11.

Tristeza que acordo não teve, não senhor!

E, olhem só vocês, meus opressores leitores, eis que baixa o espírito de Virgulino Ferreira opressor no adEvogado de “seu” Aureo que, incorporado na mais nobre reaçice congênita, desfere atordoadoras palavras de ordem e testosterônica macheza contra o professor vítima eletrificado Daniel.

Depois do risca-faca verbal entre os adEvogados presentes, o causídico que defende a vítima Daniel requereu que o nobre magistrado que presidia a audiência, expectador estatal desse espetáculo forense, registrasse em ata, para toda a posteridade, as palavras do adEvogado do elétrico aposentado.

Sendo cabra muito macho, o adEvogado de “seu” Aureo, que supostamente deu o energizante choque no digníssimo professor, de rogado não se fez e ditou, palavra por palavra, ao Sr. Escrivão:

“No meu tempo, quando um sujeito se dispunha a ir a um ato promovido por outrem para fazer desordem e levava uns tapas, não ficava choramingando nem processava. Disse também que o querelante [Daniel] tem que aprender a ser homem.”

E assim o aposentado ganhou uma obra de arte para emoldurar e orgulhosamente colocar na sala de visita e o adEvogado ganhou meu respeito pela eternidade!

Não vi nada disso não, mas foi assim que aconteceu!

São Tomé só acredita vendo? Pois lhe damos imagens das chocantes cenas (https://goo.gl/HnTz10) e o link do processo-crime na internet (http://goo.gl/ETvfNi).

Ainda não acredita? Tem mais aqui (https://goo.gl/pYrxbS) e aqui (http://goo.gl/pBAjCl). ‪#‎F

3 COMMENTS

  1. HAHAHAHAHAHAHAHAHAH

    Eu imprimi umas 100 cópias disso e saí distribuindo no trabalho. O cara virou motivo de piada em todo lugar. Pegou um safão do idoso de 65 anos, e depois pegou ralha do advogado! E tudo isso ficará registrado para a posteridade

    aehuaheuaheuaheua

  2. Esses petralhas psolentos vão na chuva e não querem se molhar? Depois fica aí : aín… bateram ni nós! Virem homens seus arrombados!

Deixe uma resposta