Um meliante, que não teve a identidade revelada, confessou à polícia, em interrogatório na tarde de hoje, que foi autor do atentado terrorista no instituto Lula, na semana passada.

Segundo informou o delegado que investiga o caso, Dr. Toletão Barbalho, os planos do terrorista era bem mais mirabolante, pois pretendia destruir por completo a sede do instituto que tem o nome do ex-presidente.

Nossa reportagem conseguiu falar com o dito cujo com exclusividade, ocasião em que ele revelou parte de seu plano criminoso.

“Eu queria tocar fogo, mas gasolina tá cara, então joguei aquela biribinha”, confessou sem demonstrar qualquer arrependimento.

Ele disse também que “deveria ter me programado para fazer esse atentado antes do aumento da gasolina, mas naquela época eu era governista”.

O delegado informou que o suposto suspeito provavelmente vai responder pelo atentado em liberdade.

O presidente do instituto Lula, que não quis revelar sua identidade, porque tem medo de ser preso, informou que não iria falar sobre o assunto até o fim das investigações.

* Mais uma sugestão dos malucos do Bolsonaro Zuero.

Deixe uma resposta