O Ex-senador Eduardo Suplicy, que segundo informações inverídicas das imprensa golpista teria sido detido na manhã desta segunda-feira, 25, durante reintegração de posse na zona oeste da capital, por desobediência e obstrução à Justiça, esclareceu à nossa reportagem com exclusividade o que de fato ocorreu.

Suplicy nega que tenha sido preso, pois segundo ele, “apenas fui visitar meus companheiros de partido”.

Segundo o ex-marido de Marta, “Fazia tempo que eu tinha requerido à direção do presídio para visitar meus companheiros que estão cumprindo pena, mas eles não me responderam, embora já tenha mais de um ano que apresentei meu pedido. Então a única maneira de conseguir entrar no presídio, foi utilizando esse método nada ortodoxo, para poder levar uma palavra de conforme e umas carteiras de cigarros para meus parças”.

Ao saber da prisão, várias pessoas enviaram mensagem de solidariedade a Suplicy, entre eles, o rapper Mano Brown, que é ex-presidiário.

Vou passar uns contatos para ele (Suplicy), para garantir que ele ganhe um colchão para dormir e fique sem ser importunado durante o banho de sol”, declarou o músico.

Apesar de ter sido preso em flagrante, Suplicy não deverá permanecer no xilindró.

3 COMMENTS

Deixe uma resposta