SS1

Um estudo realizado pela Unesco, divulgado na tarde de hoje, surpreendeu vários chefes de Estado ao confrontar números atinentes às metas de redução da pobreza no mundo e concluir que o apresentador brasileiro, Silvio Santos, tirou mais gente da pobreza no Brasil que os governos Sarney, Collor, Itamar Franco, FHC, Lula e Dilma somados.

Segundo o estudo, “o programa Topa Tudo Por Dinheiro distribuiu mais grana que o ‘Bolsa Escola’ e o ‘Bolsa Família’ juntos. O ‘Roletrando’ e a ‘Portas da esperança’ desempenharam papéis importantes junto ao povo brasileiro, mas o mais relevante, sem dúvida é a Tele-Sena, que fez com que muitos brasileiros ficassem ricos, tanto os que marcaram mais pontos, como os que marcaram menos pontos.”

Silvio Santos se disse lisonjeado com a informação e informou que pretende dar continuidade aos seus programas, sobretudo à Tele-Sena e ao Carnê do Baú da Felicidade.

A notícia repercutiu bem entre os brasileiros, chegando inclusive a dar origem a uma campanha para que o apresentador seja indicado ao Prêmio Nobel da Paz.

Caso a campanha logre êxito, Silvio Santos pode ser o primeiro brasileiro a ganhar o Nobel.

1 COMMENT

Deixe uma resposta