BRASÍLIA – Ferrenha defensora da proibição do financiamento privado de campanha, a senadora Fátima Bezerra decidiu radicalizar e anunciou na tarde de hoje que ajuizará processos criminal e cível contra as empresas que, segundo ela, a obrigaram a aceitar dinheiro para financiar sua campanha.

Sou contra o financiamento privado de campanha para, entre outras coisas, evitar esse tipo de coação, que infelizmente somos obrigados a nos submeter, já que a regra do jogo é essa. As empresas, no caso, me coagiram a aceitar dinheiro e isso, sem dúvida, é crime”, disse a parlamentar.

A petista, segundo fontes recebeu, no ano de 2014, mais de meio milhão da JBS – Friboi, além de também ter recebido contribuições da Andrade Gutierrez, entre outros.

Todo mundo sabe que eu sou contra as elites, então foi sem dúvida um constrangimento muito grande para mim ter sido forçada a receber dinheiro da burguesia”, declarou.

Os advogados da senadora informaram que ingressarão com uma ação criminal, por “constrangimento ilegal” e com uma cível, na qual pretende obter reparação pecuniária a título de danos morais.

8 COMMENTS

  1. Joselito está rindo litros com os comentários. Na minha opinião este site deve fechar, pois o povo brasileiro ainda não esta pronto para o Monty Python versão brasileira .

Deixe uma resposta