Depois de declarar que o Estado Islâmico não é Islâmico, Barack Obama declara : nem todos os imigrantes ilegais estão no país ilegalmente.

Em um discurso histórico feito essa tarde na Universidade da California, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama declarou: ” Assim como o Estado Islâmico não é Islâmico, não podemos pensar que todos os imigrantes ilegais estão em nosso país ilegalmente .”

Os estudantes que assistiram o discurso, visivelmente emocionados, aplaudiram o presidente por 15 minutos.

O estudante George Willers, que cursa artes cênicas com multiculturalismo, falou com nossa redação:

” Vivemos em um país com muitos preconceitos, é preciso pensar fora da caixa. Dizer que todo imigrante ilegal está no país ilegalmente é uma demonstração de intolerância que só reforça a imagem negativa que nosso país tem perante o mundo. ”

A porta voz da Casa Branca, que recentemente causou polêmica ao sugerir empregos para o Isis como forma de reduzir a violência no oriente médio, falou a respeito: ” Achar que todos os imigrantes ilegais estão no país ilegalmente é uma ideia que deriva de um preconceito mais profundo: que tudo o que é ilegal vai necessariamente contra a lei. ”

Com medo de serem taxados de preconceituosos, Republicanos e professores de lógica não se manifestaram sobre o caso.

 

  • Autor: Carlos Eduardo Barros

3 COMMENTS

  1. Os sábios filósofos da antiguidade já diziam que nem tudo que é ilegal é contra a lei e que os juízes não devem julgar para não serem julgados.

  2. A declaração de Obama demonstra claramente a influência que Dilma exerce sobre o homem mais poderoso do planeta. Bastaram 15 minutos de contato para que o presidente americano fizesse declarações tão inteligentes quanto Dilma Rousseff. Só faltou a mandioca.

    • Por isso o Obama criou um Grupo de Trabalho e determinou imediatamente que se inciassem as pesquisas necessárias para desenvolver a tecnologia de estocar vento.

Deixe uma resposta