Ex-filiado ao PC do B, Netinho de Paula falou hoje sobre a suposta agressão perpetrada pelo deputado federal Roberto Freire contra Jandira Feghali, membro da bancada comunista nesta semana.

Para Netinho, “O mano Roberto Freire agiu de uma forma muito lamentável, pois a Jandira não é mulher dele pra poder bater nela”.

Lembrando que Netinho, que foi protagonista de um episódio de agressão física contra a própria esposa no passado, conta que “além de ter agredido a mina, o mano Roberto é de direita, apesar de ser de um partido chamado Popular Socialista.”

Segundo ele, “ser de direita agrava a situação. Eu me redimi do erro quando me tornei comunista e recebi apoio até de feministas na minha campanha eleitoral”.

Na época em que agrediu a então esposa, Netinho se defendeu alegando que ela o havia provocado.

Atualmente no PDT, o ex-pagodeiro comunista avalia que “a máxima rodriguiana segundo a qual só as mulheres normais gostam de apanhar não pode ser levada ao pé da letra atualmente. Além do mais, quem disse que a Jandira é normal?”, brincou.

2 COMMENTS

  1. Se o Netinho fosse loiro de olhos azuis ninguém o criticaria por bater em sua esposa. As críticas ao cantor-secretário são uma manifestação de racismo

  2. Infelizmente não se entende nada , da politica desse pais : Netinho amigo pagodeiro , eu não conheço onde tem mulher que homem pode bater como se fosse uma proprieddade dele viu? Outra não entendo os comentarios depois que enterraram esse páis , fala-se que o Brasil cresceu muito nos ultimos 20 anos , mais o que queriam? que estivesse parado no tempo mesmo com a Globalização .parar universidades fabricas , montadoras , de varios páises que logicamente fizeram seus estudos de viabilidade e economia do pais apesar da carga tributaria uma das maiores do mundo . Ah isso é era brincadeira … Querem brincar de ser Venezuelanos Bolivianos , sorte é não ter talves a presidente do Brasil engolido corda da presidente da Argentina mexer com os Ingleses denovo nas malvinas ou não?

Deixe uma resposta