Um estudo publicado na mais recente edição da Revista Científica do Departamento de Sociologia da Universidade Federal de Lapão Roliço pode mudar o que muita gente pensa a respeito dos movimentos sociais em defesa das minorias no Brasil.

Isso porque, segundo a referida pesquisa, as minorias já se tornaram maioria no país.

“Essa constatação vai suscitar questionamentos pertinentes a respeito dos direitos da minorias, uma vez que, sendo elas maioria, é necessário questionar se há necessidade de políticas públicas para protegê-las das maiorias, que já são menores que as minorias”, declarou o coordenador do estudo.

Ele dá como exemplo os movimentos LGBT: “Aqui na universidade mesmo, antigamente, quando eu cursei a graduação, se tinha um ou dois viados era muito. Hoje em dia o departamento de humanas parece uma festa gay.”

O estudo durou sete anos e envolveu mais de quinhentos milhões de brasileiros e custou duzentos e setenta e seis milhões de reais e dois centavos.

SHARE
Previous articleRoteirista de filmes pornográficos se diz chocado com linguajar de Lula
Next articleSurgimento misterioso de dinheiro em contas bancárias assusta políticos
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

Deixe uma resposta