Após ser anunciado pelo ministro da educação, Renato Janine, a criação do curso de graduação em lambada virou motivo de piada na imprensa internacional.

“O objetivo do curso de graduação em lambada tem o objetivo de resgatar a história e a estética desse ritmo e dessa dança genuinamente brasileiros, que sem dúvida é parte da cultura do nosso país”, falou o ministro na solenidade de abertura do Departamento de Artes Dançantes, Lambada e afins – DADLA da Universidade Federal de Lapão Roliço.

Jornais de grande circulação, como o The New York Times, ironizou o fato do governo anunciar, poucos dias atrás, que não tem mais dinheiro para o FIES, e inaugurar um curso de lambada. “Seria mais ou menos como implementar uma graduação em hip-hop, no momento de escassez de dinheiro para educação”, ironizou um articulista.

A iniciativa também foi criticada pelo Corriere della Sera, El Pais e pela Tribuna de Lapão Roliço.

O curso contará com cadeiras tais como Introdução ao estudo da lambada 1 e 2, História da lambada e metodologia da lambada.

Estiveram presentes na solenidade, além do ministro da educação, a presidente Dilma Rousseff, o cantor Beto Barbosa, que proferiu uma aula magna, e o grupo Kaoma, que cantou alguns de seus sucessos.

Deixe uma resposta