mano-brownie

O rapper Mano Brown, preso na noite de hoje por desacato e liberado poucas horas depois, fez uma declaração irreverente à nossa reportagem ainda no interior da delegacia: “Fui solto mais rápido que o Genoíno e nem precisei fingir que estava doente.”

Brown aludia ao ex-deputado José Genoíno, condenado no caso do Mensalão, solto em razão de suposto problema de saúde e beneficiado posteriormente por um indulto da presidente Dilma Rousseff.

Mano Brown também declarou que “a única desvantagem de ter sido solto tão rápido é que nem deu tempo de escrever uma música”, brincou.

 

Deixe uma resposta