RIO DE JANEIRO – O tradicional gel lubrificante “KY”, geralmente usado para se comer quase todos os tipos de cu, revelou hoje, por meio de uma peça publicitária, que a palavra de ordem propagada pelo movimento feminista brasileiro e internacional, “sexo anal contra o capital”, é, na verdade, um viral da marca.

“Gostamos de comer cu e sabemos que você dá o seu não só por diversão. Sabemos do papel social do enrabamento e da importância deste para a construção de uma sociedade mais justa. Por isso apoiamos: Sexo anal contra o capital. Mas quando for dar a bunda, use KY Gel”, diz a propaganda.

A revelação desagradou feministas de todos os naipes, que alegaram que estavam sendo usadas como “massa de manobra por uma empresa que, na verdade, só quer lucrar com a extinção das pregas alheias”.

Até o momento não foi divulgado se o movimento feminista continuará a usar a frase de efeito, embora a empresa que produz o KY a tenha patenteado.

SHARE
Previous articleLula contrata advogado do Fluminense pra defender Dilma, Dirceu e PT
Next articleTico Santa Cruz é flagrado nos correios enviando sua discografia para o Papa
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

6 COMMENTS

  1. O Socialismo utópico, o Anarquismo e o Marxismo-Lenismo não conseguiram derrotar o Capetalismo. Mas o perverso sistema econômico será vencido pela sodomia. O cu é a saída para a crise da civilização ocidental. Trabalhadores de todo o mundo, sodomizai-vos uns aos outros ! Juntos venceremos! Vocês na frente e eu atrás !

Deixe uma resposta