São Paulo – A jovem Fernanda C., 23, adepta do feminismo e do slogan “Sexo Anal Contra o Capital” gravou um vídeo no qual faz uma tatuagem em sua região posteriora.

Isso mesmo, a jovem tatuou o ânus, para cobrir uma cicatriz. Os médicos da Santa Casa disseram que o procedimento é incomum, pois a jovem apresenta calos incompatíveis com a idade.

Segundo alguns médicos que não quiseram se identificar, Fernanda usou muito o ânus para a prática de sexo anal. “O alargamento da jovem senhora é incomum, além da cicatriz há um calo enorme, provavelmente causado por uso excessivo”.

Algumas companheiras do movimento feminista disseram que também estão com calos. A prostituta Maria Rego, disse que é comum isso acontecer, após o primeiro milhão.

O tatuador ganhou o prêmio “Goldenfingers”, pois, como é possível ver, o procedimento aconteceu sem nenhuma dor para a paciente.

Quando perguntada se o primeiro milhão se referia a dinheiro ou ao vegetal, a prostituta aposentada disse que tinha um cliente a esperando e deixou o local.

Vejam o vídeo com o procedimento sendo realizado:

Deixe uma resposta