BRASÍLIA – O polêmico deputado federal Jean Wyllys deixou os setores conservadores de queixo caído ao revelar, em entrevista concedida na noite de ontem ao programa “Abrindo a roda” que, em sua juventude, já abortou.

Wyllys, que é um dos defensores da legalização do aborto no Brasil, respondia a uma pergunta do entrevistador a respeito do tema, quando, visivelmente emocionado, anunciou que faria uma declaração inédita.

“Somente alguns amigos mais próximos sabem, mas eu já fiz um aborto quando era mais novo. Eu não me sentia preparado para ter um filho e não tive dúvida em exercer o direito de dispor do meu próprio corpo e abortei”.

Wyllys contou em detalhes o efêmero relacionamento do qual derivou a gravidez, usando o próprio caso como exemplo das corriqueiras ocasiões em que, segundo ele, “os pais abortam os filhos, abandonando-os, enquanto as mulheres não têm o direito de decidir”.

“Rolou um Love no final de uma festa e dias depois eu sentia meu intestino grosso se movimentando de um jeito estranho. Além disso, eu comecei a ficar enjoado e não tardou para sentir uns calafrios no caneco, que ficava emitindo uns sons estranhos, sabe? Bu-bu-bu-bu, como se quisesse me dizer algo. Não tive dúvida: fui no banheiro e abortei um tolete que devia pesar mais de um quilo”.

O deputado também teceu considerações obre o fato de não ser crime homens praticarem auto-aborto, afirmando que essa distinção feita pela lei é “uma aberração e mais uma prova do machismo dessa sociedade patriarcal em que vivemos.”

SHARE
Previous articleRetorno de “nova classe média” à pobreza deixa Marilena Chauí feliz da vida
Next articleFlanelinha se autodeclara bonito e rico e come geral no bairro
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

18 COMMENTS

  1. “Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro”. Isso não é verdade, o pioneiro nesse tipo de jornalismo no Brasil é o mito Agamenon Mendes Pedreira

  2. Não creio que tem gente que não sacou que é humor, a ficha não caiu, a paixão militante não deixa hahahaha!

  3. Taí porque Jeânus fala que com 10 semanas o feto não é gente…o deturpado tem experiência!

  4. O trato digestório é um tubo oco que se estende da cavidade bucal ao ânus. em suma as fezes não foi gerado de seu corpo mas são excreções dele. Já um bebê não é formado de um “tubo oco”, mas de um ventre bem selado e alimentado pelo próprios nutrientes de quem o gera. E outra, esse ‘artigo’ é de última categoria, comparar bebê com fezes nem por brincadeira!

  5. Jean esta comparando uma gestaçao com merda ? Ou eu sou muito retardada? Quem cagou essa merda toda no Brasil foi a mae desse demente !!

  6. Tecnicamente não pode ser considerado um crime, visto que o “ser” abortado ainda não tinha consciência (ou “alma”, para os religiosos). Logo, o ato do nobre deputado não poderá ser tipificado em nenhum artigo do código penal, restando infrutíferas as tentativas de cassação de seu mandato.

    • claro que pode por que tem 50% de chance de se tornar uma pessoa e 50% de nao se tornar, entao voce tem 50% de assassinar alguem, por tanto é crime!

    • MUI ESTRANHO ESTA AFIRMATIVA, NÃO POSSUI CLEMENCIA OU OUTORGA NA GENETICA, SE FOR HUMOR É NEGRO, SE ENSAIO TEATRAL E DE PÉSSIMO MAU GOSTO, SE FOR IDEOGÊNIA DEVE SER BARBÁRIE PURA EXTREMISMO VEROSSÍMEL AS ATITUDES DO EI DA AL KAEDA OU DAS BRIGADAS AL AKSA, SE FOR EXERCÍCIO DE SOCIOLOGIA É SEMELHANTE A UM POGRON OU MESMO UM MONOCÍDIO FECAL, CREIO SER FUNDAMENTADO EM EXPERIÊNCIAS PRÓPRIA DO AUGUSTO DEPUTADO QUE SE NÃO ABRIR A BOCA SERÁ COMPARADO A UM POETA, QUE COMPARA UMA VIDA ABORTADA A COCÔ UMA CÉLERE VERGONHA E ASSIM FAZ DE SUA EXISTÊNCIA SEMELHANÇA A FEZES!

  7. E daí ? Eu aborto duas vezes por dia e despacho meus rebentos pelo vaso sanitário. Não tenho nenhum remorso. Eles são frutos de meu relacionamento com pizzas, churrascos, bolos, pães e doces. Eu sou um promíscuo !

  8. Depois nos bastidores,em prantos,Jean Wyllys confessou:” Era uma BBB tão bonitinho!”

Deixe uma resposta