Foi publicado na tarde de hoje mais um dos abaixo-assinados cujos signatários são intelectuais de notável sapiência, tais como a ex-presidente Dilma Rousseff, Tico Santa Cruz, a senadora Fátima Bezerra, a filósofa Marilena Chauí, entre outros.

Desta vez, as mentes mais privilegiadas de Terrae Brasilis redigiram um documento que deverá ser entregue ao Vaticano ainda esta semana, no qual pedem ao Papa Francisco a canonização do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, réu na chamada Operação Lava Jato.

Lula não é homem de mentiras, de modo que deve ser dado credibilidade a ele no momento que diz que não há viv’alma mais honesta que ele nestas plagas”, diz o documento.

Caso o pedido seja acatado pelo Vaticano, Lula voltará a ter foro privilegiado, e deverá ser julgado pela Santa Sé.

Adversários criticaram a manobra, taxando-a de “apelativa”, uma vez que pensadores de tal estirpe certamente poderão influenciar a decisão do Santo Pontífice.

Alguns parlamentares apoiadores do governo Temer anunciaram que, caso o pedido seja acatado pelo Papa, recorrerão ao STJD, já que entre os signatários do abaixo-assinado, há suspeita de que alguns não saibam escrever e por isso não poderiam assinar o documento.

Nossa equipe falou com o Papa Francisco por telefone, mas ele afirmou que não falará sobre o assunto antes de receber o documento.

7 COMMENTS

Deixe uma resposta