BRASÍLIA – A genialidade do legislador brasileiro não tem limites.

Preocupados com o bem estar do cidadão, que muitas vezes pode sentir dificuldade em praticar os atos mais comezinhos da vida civil, os parlamentares de Terrae Brasilis se empenham dia e noite em inventar regras em benefício da população, que muitas vezes não sabe o que é bom para si mesma e necessita da intervenção estatal para lhe orientar como proceder no seu dia a dia.

Projeto de suma relevância social é de autoria do deputado Heráclito Fortes, PSD-PI, que pretende estatizar o vento para poder cobrar royalties das empresas que produzem energia eólica.

(Leia aqui essa maravilhosa ideia do legislador brasileiro)

A justificativa do brilhante projeto é iniciada do seguinte modo: “Os parques eólicos produzem energia elétrica a partir dos ventos, recurso que pertence a todo o povo brasileiro.”

Caso a proposta seja aprovada, todo “potencial energético dos ventos” passarão a ser patrimônio da União.

Sendo aprovada tal proposta, quiça o nobre deputado queira ir mais além e proponha a estatização da energia cinética gerada pela punheta e a estatização do peido.

Aguardemos.

SHARE
Previous articleLuciana Genro anuncia sua desfiliação do PSOL: “Virei liberal”
Next articlePapa recusa participação de Tico Santa Cruz em seu CD de rock n’ roll
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

3 COMMENTS

  1. PQP, chegou o dia que eu temia. O Joselito publicou uma notícia REAL. Heráclito Fortes REALMENTE tenta isso.

Deixe uma resposta