SÃO PAULO – O prefeito de São Paulo anunciou na tarde de hoje uma medida polêmica que pretende implementar nos próximos dias.

Segundo o prefeito, “estou pensando seriamente em multar quem apagar pichações dos muros, ainda que da própria residência ou ponto comercial”.

Haddad explica que a ideia surgiu quando um célebre pichador encaminhou um ofício para a Secretária de Urbanismo, Artes de Rua e Visual Urbano-SMUARVR, se queixando de que sua “arte era discriminada, pois toda semana era apagada por pessoas que, sem sensibilidade artística, as cobriam com cal.”

“Não podemos deixar que os artistas de nossa cidade tenha suas obras desrespeitadas deste modo, portanto a multa seria uma boa saída para o problema, mas caso a medida seja ineficaz, pretendemos encaminhar um projeto ao congresso nacional para criminalizar a conduta”.

Com o anúncio da medida, as vendas de cal caíram 28% na capital paulista.

Deixe uma resposta