ATENAS – Poucos dias após a divulgação do resultado do plebiscito em que o povo grego disse não à renegociação da dívida, o governo daquele país resolveu ignorar a vontade popular e tornou a boquetear os credores.

Os políticos brasileiros de esquerda, sobretudo os trotiskistas do PSOL, que quase tiveram um orgasmo após o “não” sair vencedor, mais uma vez ficaram com cara de cu com a decisão do governo socialista grego, que ignorou o resultado das urnas.

Marcelo Freixo, que havia comemorado o resultado do plebiscito, foi um dos tais que teve que fazer uso do habitual malabarismo ideológico para justificar a postura do governo luderado por Tsipras.

“Já haviam me questionado sobre o fato de haver comemorado a vontade do povo grego expressa no plebiscito e ser contra a decisão do povo brasileiro no referendo sobre o comércio de armas. A questão é que os partidos de esquerda, na condição de vanguarda do proletariado, sabem o que é melhor para o povo”, declarou.

Questionado se não seria incoerência despender grana do erário público em uma consulta popular, para em seguida ignorá-la, Freixo declarou que “a vontade popular é importante, desde que seja compatível com a nossa. Somente nessa hipótese é que deve ser aplicada” declarou o deputado, finalizando com a afirmação de que “não há nada de antidemocrático nisso”.

5 COMMENTS

  1. Essa turma se esbaldou com o dinheiro da UE … pensaram que já estavam ricos !!! até que a Merkel apresentou a conta do almoço … Os gregorios agora vão ter que trabalhar … como trabalhamos nós aqui no Brasil … sendo que aqui … são em torno de 4 meses por ano … só pra impostos … e o ultimo plebiscito foi pra desarmar a galera … pra não revidar ao chicote … e o chicote petista é de umbigo de boi …
    No tempo do Onassis … era diferente …!

  2. Merkel humilhou o doido varrido do Tsipras. Colocou aquele moleque bundão no seu devido lugar. Teve que engolir medidas de austeridade bem mais severas do que as iniciais. Bem feito!

  3. Matéria confusa!! Ficaram com cara-de-bunda ou com cara-de-cu? Na manchete é uma, no corpo é outra. Como vou levar a sério uma matéria dessas?!?

  4. A Grécia se ajoelhou diante do sistema financeiro internacional. E ainda fez um boquete ! Igualzinho ao Lula com a”carta aos brasileiros” de 2002.

Deixe uma resposta