Quem passou nas imediações da loja da Apple no centro comercial da cidade de Lagartixa do Oeste se deparou com uma cena, no mínimo, inusitada: centenas de “trabalhares rurais sem terra” aguardavam em fila para comprar o iPhone 7, recentemente lançado no Brasil.

A classe operária, os camponeses pobres também têm direito aos bens de consumo da burguesia. Diferente do que muitos reacionários dizem, no socialismo não será proibido ter iPhone. Ao contrário, todos poderão ter iPhone”, disse um militante ao ser interrompido em sua leitura do site “Diário do Centro do Mundo”.

Outros presentes explicaram que conseguem comprar iPhone hoje em dia graças às políticas sociais dos governos Lula e Dilma.

Isso sim é inclusão social”, disse um senhor guardando em sua calça jeans de trezentos reais o aparelho recém comprado.

Muitos dos que saiam da loja após comprar o produto se concentraram em uma praça nas imediações, onde partiram em passeata num protesto contra o capitalismo, a favor da democracia e, apoio à Cuba e pelo fim do embargo dos EUA à ilha.

SHARE
Previous articleAlexandre Borges defende que travestis tenham direito ao aborto
Next articleVídeo: Na ONU, Temer diz que “somos um país que acreditamos no poder do Diabo”
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

3 COMMENTS

  1. Eles querem o fim do embargo dos EUA para que todos os cubanos também possam comprar iPhones 7, não é?

Deixe uma resposta