Preocupados com a considerável queda no consumo e o crescente índice de desemprego, pesquisadores da Universidade Federal de Lapão Roliço realizaram um estudo a respeito das maneiras mais eficientes para economizar no dia dos namorados.

O resultado foi surpreendente. Para os coordenadores da pesquisa, “a maneira mais eficiente de economizar no dia dos namorados é acabar o namoro”, revelou o professor Diógenes Demostenes, um dos idealizadores do estudo.

“O resultado foi de certa forma surpreendente, embora seja meio óbvio, já que, sem namorada, você não vai precisar pagar jantar, presente, motel, combustível para ir pegar e deixar.”

A pesquisa também revelou que sair com prostitutas pode ser mais econômico que ter um relacionamento sério.

“Nesses tempos de economia fragilizada, optar por ter namorada pode sair caro”, explica o professor.

O resultado foi comemorado pelos membros do Diretório Central dos Estudantes da instituição, que há tempos já diziam que “dia dos namorados é uma invenção capitalista para vender futilidades.”

Deixe uma resposta