CARACAS – Em visita ao líder da República Democrática, Popular e Bolivariana da Venezuela, onde discutiria os rumos da revolução bolivariana, a consagrada líder do povo gaúcho e brasileiro em geral, Luciana Genro, protagonizou uma situação um tanto quanto constrangedora.

Recebida no Palácio de Miraflores juntamente com uma delegação de mais cinco trotskistas, Luciana degustou um saborosíssimo caldo de sururu, mas de maneira inesperada, sentiu, logo em seguida, uns estranhos movimentos peristálticos no intestino delgado, o que motivou a filha de

Tarso a ocupar o banheiro presidencial daquele país por longos minutos.

“Eu pensava que já tinha terminado de cagar e me limpava, mas quando menos esperava, lá vinha aquela vontade inelutável de cagar de novo, tão implacável como a luta operária e tão inevitável como a revolução socialista que fará com que o proletariado construa uma nova forma de sociedade”, declarou Luciana, visivelmente amarelada por conta da caganeira.

Em razão das reiteradas idas ao banheiro, Luciana findou por ficar impossibilitada de participar da discussão com Nicolás Maduro e, ao notar que o papel higiênico havia acabado, teve que retornar ao Brasil às pressas.

“Todo mundo sabe que, por causa da burguesia venezuelana, tá faltando papel higiênico naquela próspera república, e como eu já tava toda assada depois de cagar não sei quantas vezes, tive que voltar ao Brasil”, lamentou Luciana, ressaltando que, apesar do ocorrido, ainda tem fé no triunfo da revolução bolivariana em todo o continente.

SHARE
Previous articleFora da banda Calypso, Chimbinha poderá ser novo guitarrista do Megadeth
Next articleKin Jong Un elogia prova do ENEM
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

9 COMMENTS

  1. Apenas um aviso. . . Quem tiver necessidade de viajar para a Venezuela, não esqueça de levar algo de suma importância. . . papél higiênico.

  2. Muito triste a pessoa visitar um amigo e pedir para usar o banheiro para dar uma cagada. Nossa, da uma vergonha! Isso já aconteceu comigo. Fui visitar um amigo e ele me ofereceu uma feijoada. Comi até não poder mais. Porém, em poucos instantes, tudo começou a fermentar na barriga e, não consegui me conter e soltei um gás metano e em seguida um peidano para por fim correr para soltar um K.gano. Triste, mas aliviante.

  3. O que ela mais lamenta de todo este episódio, e que perdeu a oportunidade de desfrutar dos excelentes serviços médicos oferecidos ao povo de Maduro, aliás muito melhores que os oferecidos pelo nosso excelente SUS…
    Prometeu voltar, mas declarou que caldo de sururu nunca mais!!!!
    PNC Luciana Genro, ainda bem que não é a minha genro….

Deixe uma resposta