BRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff declarou na manhã de hoje que estuda a possibilidade de baixar uma medida provisória proibindo a imprensa de falar sobre lava-jato, pois, segundo ela:

“Em época de escassez de água, falar de Lava-Jato é falta de respeito.”

A presidente se disse bastante preocupada com a falta de água que atinge várias cidades do país e disse que é papel do governo incentivar a população a economizar água.

“Sempre que alguém faz propaganda de lava-jato, de lavandeira ou clubes com piscinas, estão incentivando o uso irresponsável da água, que é um bem muito precioso e eu bebo água todo dia, porque o médico disse que tenho que beber muita água e isso é muito importante para todo brasileiro e brasileira.”

Ao tomarem conhecimento da notícia, opositores se manifestaram contra a decisão da presidente, alegando que medida provisória não poderia proibir a imprensa de divulgar escândalos de corrupção envolvendo gente do governo.

Ao saberem que a medida não se referia à Operação lava-Jato, acabaram concordando com a mesma.

1 COMMENT

Deixe uma resposta