BRASÍLIA – Passando terríveis privações desde o seu afastamento, a presidenta Dilma Rousseff, praticamente encarcerada no Palácio da Alvorada, sem comida, sem avião e sem assessores, decidiu apelar para a solidariedade proletária e iniciou uma vaquinha para arrecadar dinheiro para viajar pelo país.

Segundo determinação do presidente interino, o golpista Michel Temer, Dilma só teria o avião da FAB à sua disposição nas viagens de Porto Alegre a Brasília e vice-versa.

Essa arbitrariedade me impede de ir para outros lugares do país, o que é um absurdo, ainda que eu não esteja cumprindo qualquer agenda oficial”, declarou Dilma.

Aproveitando que o presidente interino ainda não decretou sua prisão preventiva, Dilma lançou uma campanha de arrecadação em um site na internet, hospedado em um servidor venezuelano, pois, segundo ela, os sites brasileiros poderiam sofre retaliações do governo golpista.

Inobstante a boa vontade de seus fãs, o valor arrecadado até o momento não foi suficiente para que a mandatária legitimamente eleita se deslocasse para outros pontos cardeais mais distantes do país.

Fui conferir o dinheiro arrecadado e me alegrei quando vi que já tinhas milhões. O problema é que esses milhões não eram em dólar nem em real, era em Bolívares, a moeda venezuelana que não vale quase nada”, disse Rousseff.

A frustração inicial de não conseguir açambarcar vultosas quantias de pecúnia não impediu à Dilma de iniciar seu plano de viajar Brasil a fora denunciando o golpe de estado que sofreu.

“Como eu posso viajar de graça de Brasília para Porto Alegre, quando cheguei à capital gaúcha, peguei a grana que consegui recolher e comprei uma passagem para a cidade mais distante possível. Consegui chegar até Rolândia, no Paraná, onde eu esperava ser recebida pela Gleisi Hoffmann e pelo Paulo Bernardo, mas ele foi preso nesse ínterim e minha viagem acabou sendo em vão”, lamentou a presidenta.

Interessados em contribuir financeiramente com as viagens de Dilma podem fazer por meio deste link AQUI.

SHARE
Previous articleSTF decide que prender Lula é inconstitucional
Next articleIdoso é processado por se recusar a receber dois papagaios machos ao pedir casal a vendedor
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

1 COMMENT

Deixe uma resposta