Brasília  – Após a abertura do processo de impeachment e em virtude do seu afastamento, a Presidente (o,a) Dilma Roussef se viu obrigada a procurar empregado para completar a renda.

“O salário de presidente e a pensão como torturada não garantem mais do que 60 mil reais ao mês, mas o meu estilo de vida precisa ser mantido a qualquer custo”, disse Dilma.

Após encontrar muita dificuldade de recolocação profissional, devido à crise que deixa milhões de brasileiros desempregados, Dilma decidiu aderir a iniciativa privada em um novo empreendimento.

“Estou aqui vendendo milho, curau e pamonha, espero que o povo se manifeste muito a favor do Temer, assim eu tenho mais clientela”, completou.

A presidente afastada também declarou que evita manifestações de esquerda para evitar que sua mercadoria seja roubada.

“Sabe como é, eu conheço bem o pessoal do MST, da CUT e agora não tenho condições de fazer fiado ou até mesmo ter minha mercadoria saqueada”, finalizou.

“Olha a pamonha da Dilma!” , seguiu oferecendo seus produtos na esplanada dos ministérios.

Deixe uma resposta