BRASÍLIA – Um inusitado processo que está tramitando em segredo de justiça em uma das varas federais do Distrito Federal chamou a atenção da imprensa na manhã de hoje.

Um deputado federal, que não teve a identidade revelada, ingressou com uma ação de reparação de danos morais contra um blogueiro que o acusou de ser heterossexual.

“Ao imputar, de forma injuriosa, uma prática sexual que não é a do parlamentar, o demandado lesionou a sua dignidade e causou dano passível de reparação”, diz a petição.

O documento também diz que “é público e notório que o deputado, em tiroteio de piroca, usa o bumbum como colete a prova de balas”.

Como a identidade do deputado não foi revelada, setores da imprensa têm especulado quem seria o mesmo, não chegando à conclusão a respeito do assunto até o presente momento.

“Quem poderia se ofender com em ser chamado de homem?”, questionou um deputado da bancada evangélica. “É muita frescura mesmo. Dá até vontade de mandar um cara desses não ir tomar no cu”.

3 COMMENTS

  1. Pior seria se o nobre deputado tivesse sido chamado de homem branco heterossexual. Quem aceitaria ser caracterizado de forma tão vil ?

    • Que nada. Isso lá é desaforo?

      E se o tivessem sido chamado de heterossexual, branco, de direita, reacionário e cristão?

      Há maior aleivosia que essa?

      Esse deputado tá muito fru fru mesmo. Recebo dezenas, centenas desses xingamentos (heterossexual, branco, de direita, reacionário e cristão) diariamente nas redes sociais e tô aqui, vivinho…

Deixe uma resposta