O deputado federal João Rodrigues, (PSD-SC), negou, na manhã de hoje que estivesse assistindo filme pornográfico durante a sessão da Câmara dos deputados que discutiu a reforma política.

Segundo ele “não era pornô, como a imprensa está divulgando irresponsavelmente. Era um avant premier do filme sobre a vida do nosso colega Jean Wyllys”.

Instado a se manifestar, Wyllys não confirmou a veracidade da informação, mas aproveitou a oportunidade para criticar a pirataria de filmes no Brasil.

“O Tropa de Elite vazou antes do lançamento, mas foi um sucesso de bilheteria.”

” Espero que a história se repita, dessa vez não como farsa, parafraseando Marx”, disse o deputado que, no entanto, se esquivou da pergunta se o vídeo assistido se tratada realmente de sua cinebiografia.

Deixe uma resposta