joselito-foi-a-lua

Washington – O que Stanley Kubrik e Joselito Müller tem em comum? Ambos são profissionais mundialmente reconhecidos, respeitados pela crítica e ambos trabalharam com a CIA para ajudar os EUA a vencerem a corrida espacial.

Stanley Kubrick revela um certo saudosismo: “Joselito e eu cursamos Harvard juntos e por coincidência fomos recrutados pela CIA para criar todo um ambiente lunar e levar o homem a lua”, disse o cineasta.

O jovem Joselito Müller também havia criado um programa para fins editoriais, o Josagram Paint e Borda, que mais tarde foi copiado e deu origem ao Photoshop e ao Instagram. O programa servia para colorir fotos e tratar imagens, porém seu uso depois foi corrompido para fazer alterações digitais, após verificarem o que o Joselito Müller foi capaz de fazer.

No verão de 1969, Joselito havia terminado o curso de Photoshop, a versão batizada como Photoshop 0.1x Beta para fins militares. Dirigido por Stanley Kubrik, os dois recriaram as cenas que deixariam o mundo boquiabertos.

As cenas foram criadas apenas para ajudar os EUA e o Brasil a se verem livres da ameaça comunista, o que rendeu bastante apoio da mídia na época. “Saiu em todos os jornais”.

Depois disso, um menino judeu chamou Joselito Müller para estrelar um filme de relativo sucesso chamado Star Wars, mas recusou o cachê de 120 milhões de dólares.

“Não me vendo por dinheiro, meu trabalho foi para o bem da humanidade.” relembra JM, agora patrocinado pelas lentes Ambervision, o que lhe permite uma estabilidade financeira sem precedentes.

 

Deixe uma resposta