BRASÍLIA – Mais de duas décadas após sofrer Impeachment por causa de um FIAT Elba, o senador da base aliada do Governo Dilma, Fernando Collor de Melo está prestes a se fuder por conta de outros veículos.

Dessa vez o alagoano se encontra em maus lençóis por conta de um Lamborghini, uma Ferrari e um Porsche.

Defenestrado do Palácio do Planalto por provas que demonstravam que o seu tesoureiro de campanha, PC Farias, havia emitido um cheque que serviu para pagar um FIAT Elba para sua ex-esposa, Rosane Collor, Fernandinho jurou de pés juntos que “dessa vez os carros não têm nada a ver”.

Visivelmente irritado, Collor falou o seguinte:

“Quase todo brasileiro hoje em dia tem mais de um carro. Isso graças à política econômica dos governos de Lula e Dilma, que facilitaram o crédito para compra de automóveis. Eu, por exemplo, comprei essa Lamborghini dando minha antiga Elba de entrada. Está tudo registrado lá na OLX”

Collor também criticou o que chamou de “setores golpistas da imprensa” e disse que está sofrendo preconceito por ser nordestino.

“Vocês ficam impressionados com esses carros, mas eu comprei todos financiados em 60 vezes e nem dei entrada. A Ferrari o banco já mandou dar busca e apreensão porque faz seis meses que não pago a prestação.”

Fernandinho finalizou dizendo que “Vocês têm uma mente muito poluída e pensam que todo mundo é ladrão.”

 

  • Sugerido por Michel Augusto

4 COMMENTS

  1. Na declaração de bens fornecida ao TJE ele tem um patrimônio “DECLARADO” 20 MILHÕES DE REAIS. ISSO, SEM CONTAR O QUE NÃO ESTÁ DECLARADO E AS DECLARAÇÕES DE VALORES ABAIXO DA REALIDADE.
    TENHO CADA DIA MAIS NOJO DESSES POLÍTICOS QUE SUBSTIMAM O POVO BRASILEIRO. Nos pagadores de impostos somos garfado 24 hs por dia. Coitado do povo de Alagoas que elegeram este desonesto.

  2. Apesar de ser um baiano que não conseguiu chegar ao Rio de Janeiro – sou capixaba – também tenho muito bom gosto, falsa modéstia à parte. Agora estou na dúvida se dou meu chevrolezim – um merica 2009 – de entrada numa Ferrari ou numa Lamborghini.
    Confeso que estou num diadema retroz.
    Oceis num podidá um adjutoro aí preu iscoeiê?

    Em tempo: será que a República da Papuda e aquela casa de recolhimento lá de Curitiba vão conseguir abrigar tanta gente de fino trato?

  3. Essa porra de site tá parecendo site de humor…. vamos voltar ao prumo e publicar noticias sérias pô! Blogs comediantes, como estadão.com.br, folhacom.com.br e oglobo.com.br, tá cheio por aí.

Deixe uma resposta