A comunidade jurídica ficou deveras surpresa com a menção ao nome do Excelentíssimo Senhor Doutor Tomás Turbando Bustamante, professor emérito da cátedra de Direito Constitucional da faculdade de Direito da Universidade Federal de Lapão Roliço, pela defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff.

Em meio a outros juristas, tais como Celso Antônio Bandeira de Melo, o nome do Doutor Tomás foi mencionado pelo advogado de Dilma Rousseff como um dos juristas que teriam emito pareceres contrários à tese de acusação no processo de Impeachment no qual a petista é ré.

Surpreso com a inclusão de seu nome entre os defensores de Dilma, o jurisconsulto nos recebeu na manhã de hoje em seu escritório.

A sustentação oral de Cardozo incluiu meu nome indevidamente, e ontem entrei para os anais do senado em razão de algo que jamais fiz, pois não emiti qualquer perecer em defesa de Dilma Rousseff”, declarou.

Autor de vários livros, alguns em parceria com o saudoso constitucionalista Oscar Alho dos Santos, Doutor Tomás preferiu não entrar no mérito sobre a existência ou não de crime de responsabilidade cometido pela presidente afastada.

Confesso que não conheço os autos. Jamais poderia ter me manifestado sobre um processo que não me dei ao trabalho de estudar. Se há algum parecer em defesa de Dilma, que a autoria seja dada a quem o fez. É como aquela história: se eu compro um quilo de feijão, se eu cozinho é meu. Mas se não é meu, se eu cozinho é dos outros.”

Em contato telefônico com José Eduardo Cardozo, fomos informados que o parecer lhe foi remetido pelo advogado Jacinto Pinto Aquino Rego, que foi estagiário de Cardozo nos tempos de faculdade.

Se houve inclusão indevida do nome de alguém, não teve culpa eu”, declarou Cardozo.

A fala do advogado de Dilma se deu em uma sessão tumultuada, na saída da qual os senadores Lindberg Farias, Vanessa Grazziottin, Gleisi Hofmman, Fátima Bezerra e Humberto Costa cercaram uma das autoras do pedido de Impeachment, Janaína Pachoal, gritando “Não vai ter gópi”.

Ao ver a cena, o senador Ronaldo Caiado chamou a atenção da mesa, afirmando que estava havendo um tumulto do lado de fora: “São cinco contra um, pois a doutora Janaína está sendo cercada por cinco senadores petistas”.

Como o tumulto foi interrompido, nenhum petista teve tempo de cuspir durante o cinco contra um.

Janaína Paschoal lamentou o ocorrido alegando que apesar da hostilidade sofrida, continuará atuando com a mesma desenvoltura de sempre.

Não importa se o ambiente é amigável ou hostil. Vou continuar atuando como sempre. Sou igual ao jacaré que na água nada e no seco anda.”

10 COMMENTS

  1. Senhor mulher, passando para lhe oferecer um ano de consulta grátis no meu consultório. Aproveite a oferta e conheça o que a medicina oriental intrusiva tem de bim para você.

  2. Dizem que foi encomendado pelo PT um novo parecer jurídico pró-Dilma ao jurisconsulto e eterno causídico do movimento LGBT, o Dr. Jacinto Pinto Aquino Rego, catedrático da Universidade de Pau Grande-RO, com Doutorado pela PUC de Pintópolis-MG, mas que ele teria preferido primeiro aguardar essa manifestação do Dr. Tomás Turbando Bustamante, por questão de ética profissional.

Deixe uma resposta