O dia das mães foi marcado por muita confusão na 457ª Delegacia de Polícia da circunscrição de Lapão Roliço.

Várias pessoas com escoriações generalizadas compareceram ao local para registrar ocorrência por agressão física e duas mulheres chegaram a ser presas.

A celeuma teve início quando um casal de lésbicas ficou irritado ao ver uma propaganda alusiva ao dia das mães que dizia a frase: “Mãe só tem uma”.

Ao verem tal slogan impresso na propaganda, as duas mulheres exigiram a retirada da mesma, mediante alegação de que o conteúdo era discriminatório e lesbofóbico.

“Se nós tivéssemos um filho ele teria duas mais, ora!”, exclamou uma das duas.

“Essa propaganda se pauta pelo ultrapassado conceito de família tradicional, onde só existia um pai, uma mãe e os filhos”.

A partir de então a confusão se iniciou só foi apaziguada com a chegada da polícia, que conduziu os envolvido ao distrito policial.

Após ouvir as partes, o delegado resolveu autuar o dono do estabelecimento onde a propaganda estava exposta, prendendo-o em flagrante delito de lesbofobia.

O autuado pagou fiança e deve responder o processo em liberdade.

 

* Sugerido por Alexandre Coimbra Gomes

7 COMMENTS

  1. Meus pais são separados eu fui criado pela minha madrasta e pela qual tenho grande carinho, afeto, respeito, admiração e consideração mais isso não quer dizer que eu tenha duas mães pois mãe de sangue é exclusividade da que me deu a luz e isso por mais amor que tenho pela minha madrasta MÃE de sangue só tenho e só vou ter uma por toda minha, então nestes caso ai se alquem tivesse que ir preso ela as duas heterofobicas e nao o dono do estabelecimento

Deixe uma resposta