São Paulo – Longe de chegar a um fim, a discussão sobre a maioridade penal só será definida após o feriado prolongado da Páscoa.

Nesta quinta-feira, o cão salsicha – vulgo Patrão, foi surpreendido levando 2 kg de pasta base de cocaína para um apartamento na Rua Serra da Bocaina, número 531, no bairro do Belenzinho.

No local foram encontrados diversos outros menores e uma casa de massagem chamada “Finalzinho Feliz”. Algumas prostitutas foram liberadas por serem menores de idade, assim como a maioria dos frequentadores.

O advogado do cão Patrão disse que apesar do nome dele sugerir que ele é dono, o cãozinho Patrão seria menor de 16 anos e usuário de drogas, não tendo nenhuma relação com o tráfico.

“O cão citado é apenas consumidor”, disse Antonio Licchiardo, o advogado do canino.

No mesmo dia em que o cão foi liberado, ele ainda mordeu uma vizinha, que não quis prestar queixas sobre o fato e foi atendida no hospital Aviccena, próximo do local.

Deixe uma resposta