Após ser citado equivocadamente pelo advogado da presidente afastada Dilma Rousseff, o Excelentíssimo Senhor Doutor Tomás Turbando, emérito professor da cátedra de Direito Constitucional da Universidade de Lapão Roliço, teve uma de suas principais obras, “Fazendo justiça com as próprias mãos”, incluída entre as mais vendidas no país.

A obra do Doutor Tomás trás um escorço histórico sobre autotutela nos tempos de outrora.

O capítulo que trata do Código de Hamurabi chegou a ser publicado na renomada revista alemã “Rechtsanwelt Arschlöch” e foi elogiado por renomados jurisconsultos estrangeiros, como o professor da universidade de Roterdã, Paulo Bree Phikado.

Por um lado foi ruim meu nome ter sido mencionado por Cardozo, porque muitos amigos meus ficaram chateados me acusando de ser petista. Por outro lado foi bom, porque estou ganhando uma graninha com a venda dos livros”, disse o jurisconsulto.

Ele ressalta que não teria problema em defender a presidente afastada, caso concordasse com a tese de defesa, pois segundo ele, “Opinião é que nem bunda, cada um tem a sua e eu dou a minha só quando pedem.”

O jurista enfatizou que não acha positivo o que chamou de “clima de Fla x Flu na política brasileira”, e disse que “o importante é o respeito mútuo independente de qual time é teu.”

Serviço: Interessados em adquirir o livro, acessem joselitomuller.com

4 COMMENTS

  1. Segundo soube, a presidente afastada está tentando obter o apoio de outros juristas famosos, como Botelho Pinto e seu irmão Armando Pinto, além de Aquino Rego Fundo e também da ilustre doutora Paula Tejando. Continuar assim, NÃO VAI TER GOLPE…

Deixe uma resposta