BRASÍLIA – O ex-advogado geral da União, José Eduardo Cardozo, impetrou um Habeas Corpus no começo da noite de hoje, no qual pede ao STF que seja declarada nulidade absoluta das prisões de petistas, mediante alegação de que as mesmas foram efetuadas por um agente corrupto.

Segundo Cardozo, o fato de o chamado “Japonês da Federal” ter sido condenado em processo criminal, os atos outrora realizados por ele estariam eivados de nulidade, devendo ser desfeitos.

Se ele foi condenado por um delito que cometeu antes das prisões, ele não poderia exercer a função de prender corruptos. Se não podia exercer tal função, as prisões são nulas de pleno direito”, explicou Cardozo.

O pedido foi distribuído para relatoria do ministro Gilmar Mendes, que já indeferiu liminar que pleiteava imediata soltura dos petistas presos.

SHARE
Previous articleSem dinheiro para presentes, homem que tinha sete namoradas se mata
Next articleFaxineiro da seleção brasileira pede asilo político aos EUA
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

Deixe uma resposta