BRASÍLIA – Após a desproporcional polêmica promovida por reacionários que não entendem de arte em torno da intervenção artística “Macaquinhos”, na qual os atores exploram o buraquinho anal dos coleguinhas, o ministério da cultura anunciou que abrirá edital da Lei Rouanet para proctologistas interessados em captar recursos para suas atividades.

“Muita gente disse que cutucar o cu próprio ou alheio não é arte, então pensamos em financiar exames de próstata pela Lei Rouanet”, declarou o ministro Juca Ferreira.

O edital deverá ser publicado ainda este ano, e interessados poderão captar recursos caso seus projetos sejam aprovados.

SHARE
Previous article“TEM QUE APRENDER A SER HOMEM”, UM CONTO POTIGUAR!
Next articleDilma cogita proibir bonecos infláveis e preocupa donos de sex-shops
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

4 COMMENTS

  1. Enfim a sociedade brasileira compreendeu que dedo no cu é uma forma de arte e de sociabilidade. Mas eu quero deixar claro que sou um cara antissocial e que não aprecio arte.

  2. Bom, pelo menos agora vão ser feitas manifestações artisticas com técnicas né e os caras vão pelo menos ter que estudar antes.

  3. Enfiar o dedo no anus e cheirar não é e nunca será considerado arte, no sentido sentido cultural da palavra… Arte (do latim “ars”, significando técnica e/ou habilidade) é o resultado da expressão criativa que pode ser entendida como a atividade humana ligada às manifestações de ordem estética ou comunicativa, realizada por meio de uma grande variedade de linguagens com valor artístico e cultural, tais como: arquitetura, desenho, escultura, pintura, escrita, música, dança, tetro e cinema, em suas variadas combinações… Não podemos confundir arte (cultura) com “arte” (traquinagem, travessuras, travessura, arteirice, traquinada, traquinice, safadeza, tropelia, tarecada, molecagem …), OK???

Deixe uma resposta