COLÔMBIA – A integração econômica da América do Sul produziu um efeito inusitado nas relações comerciais entre Brasil e Colômbia esta semana.

Tudo isso por conta do pronunciamento da deputada federal petista, Benedita da Silva, que na ocasião criticava a proposta de redução da maioridade penal, alegando que se tal medida fosse aprovada, “nossos filhos não poderão mais dar uma cheiradinha”.

Inobstante a proposta ter sido aprovada em primeiro turno na câmara dos deputados, as vendas de cocaína e derivados tiveram um substancial crescimento nas vendas após a bendita declaração de Benedita.

“O fenômeno se deu em razão dessas reviravoltas na balança comercial que ninguém sabe muito bem explicar o porquê”, declarou um economista da Fundação Getúlio Vargas.

Apesar da comemoração dos principais fornecedores de cocaína do continente, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, de quem o governo brasileiro é aliado, o ministro da fazenda, Joaquim Levy, alerta que a reação às declarações de Benedita podem levar a um desequilíbrio na balança comercial.

“Talvez, para evitar o desequilíbrio, devêssemos aumentar o imposto sobre importação do produto, mas aí, como alertou a deputada, menos pessoas poderão dar aquela cheiradinha na balada”, declarou o ministro.

 

  • Sugerido por Michel Augusto
SHARE
Previous articleJean Wyllys perde título de ex-BBB após manobra de Cunha
Next articleEstuprador se entrega à polícia após Facebook alterar ícones contra machismo
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

Deixe uma resposta