BRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff criticou na manhã de hoje a decisão de retirar subsídios aplicados ao consumo de energia elétrica, o que resultará em um aumento de até 300%.

Segundo a presidente, a medida será mais danosa para os pobres.

“Eu acho, que no que se refere à energia elétrica o Macri não prometeu na campanha eleitoral esse aumento. Se a retirada do subsídio não era promessa de campanha e ele omitiu o fato que iria aumentar o preço da luz depois de eleito, é um estelionato eleitoral”.

Dilma teceu algumas considerações sobre o cenário político na América do Sul, elogiando medidas como a da Petrobrás que reduziu, pela terceira vez, o preço da gasolina do Paraguai.

“Isso demonstra nossa preocupação com os mais pobres”, declarou.

Deixe uma resposta