247

O poeta e músico baiano Compadre Washington ironizou, na manhã de hoje, a matéria publicada pelo portal 247 intitulada: “Stédile é o Tiradentes da atualidade, dizem pesquisadores.”

Para o músico, “a comparação é teratológica, esdrúxula e ordinária, pois nas escolas da Bahia, onde estudei, não é ensinado que Tiradentes vivia por aí ordenando invasões de terra alheia.”

Compadre Washington também declarou que “Se Stédile é o Tiradentes da atualidade, eu sou o Heitor Vila Lobos, a Graça Foster é a Sônia Braga e o dia do índio se comemora em homenagem ao Guarani-Kaiowás do Facebook.”

Por fim, Compadre Washington comentou que “por outro lado, até onde eu sei, o Stédile nunca tirou dentes de ninguém. Na verdade, nem sei se ele já trabalhou alguma vez na vida.”

Procurados por nossa equipe de reportagem, os editores do portal 247 se recusaram a nos atender, havendo uma funcionária informado pelo telefone que “Temos muito respeito por Compadre Washington, mas desse vez ele está equivocado.”

SHARE
Previous articlePublicidade do dia das mães com Suzane Richtofen é alvo de críticas
Next articleBanco Central estuda fazer impressão de notas de “sem reais”
Joselito Müller é um personagem fictício que retrata as notícias do cotidiano. Numa classificação, seria um super-herói defensor dos… Defensor de nada, Joselito Muller é um personagem fictício que faz paródia de figuras públicas em situações cômicas. Nada é neste site é verdade, mas poderia ser. Além do charme, Joselito Müller é um competente jornalista, pioneiro no jornalismo de ficção brasileiro. Foi eleito três vezes consecutivas como um dos maiores filhos da puta da América Latina, além de ter sido indicado para o Pulitzer de reportagem mais escrota em 2013 e 2014.

Deixe uma resposta